NOTÍCIAS

Aumenta para 59 o número de desalojados - 19/03/2013


Ponte da Banqueta não resistiu à força da água e cedeu na noite de ontem


 

Desde domingo, 17, o grande volume de chuva tem causado transtornos em Angra dos Reis. Já são 59 pessoas desalojadas no Parque Mambucaba e duas pontes estão danificadas por causa da força das águas. O fenômeno que atingiu toda a região Sudeste, inclusive Angra dos Reis, chama-se Canal de Umidade, e não tem previsão de se dissipar.

 

Chegou a 122 mm o índice pluviométrico registrado na base da Defesa Civil, no Centro da cidade. Com a chuva, houve alagamentos e queda de árvores em diversos bairros. A Defesa Civil também registrou deslizamentos em alguns pontos, mas ninguém ficou ferido.

 

O maior alagamento foi registrado em algumas ruas do Parque Mambucaba, em função do transbordamento do rio Perequê, durante a maré alta. Devido a essa enchente, 59 moradores estão desalojados. Eles foram abrigados na Escola Municipal Frei Bernardo.

 

No Bracuí também houve alagamento nas proximidades da aldeia indígena, onde algumas famílias ficaram ilhadas. A água também chegou às casas do condomínio Morada do Bracuí, mas não há registros de residências danificadas, por isso, não há desalojados e nenhum abrigo foi montado na região.

 

Pontes atingidas

 

A correnteza dos rios também danificou duas pontes. Um delas, que fica na Banqueta e estava parcialmente danificada, cedeu totalmente na noite de ontem, 18. No local só está liberada a passagem de pedestres, sob o monitoramento dos funcionários da subprefeitura da Japuíba. A outra ponte, que fica no Areal, próxima ao Horto Municipal, já havia cedido na tarde de domingo, 17. Na Vila Nova, o asfalto de uma das ruas de acesso ao bairro cedeu e também leva risco à ponte do local.

 

Fonte: Subsecretaria de Comunicação - PMAR