NOTÍCIAS

Defesa Civil divulga balanço da chuva de Janeiro - 04/02/2013


Mesmo com previsão de estiagem, secretaria continua com prevenção


A Defesa Civil de Angra dos Reis espera para fevereiro uma diminuição no volume das chuvas e, consequentemente, um mês sem deslizamentos e alagamentos. Mesmo assim, a autarquia iniciará nessa semana outra grande campanha de prevenção e conscientização com a população que mora nas áreas de risco.

 

Em todo o mês de janeiro, o pluviômetro da sede da Defesa Civil, que fica no São Bento, registrou964,2 mmde chuva. O bairro Parque Mambucaba foi com maior índice; com1.195 mm. A autarquia também registrou o índice no Frade (1.011 mm); Japuíba (1.011 mm); Campo Belo (1.104 mm); Camorim (710 mm); Serra D’água (1.180mm); e Paraíso, na Monsuaba (1.185mm). Em comparação, no mês de dezembro de2009, amédia registrada foi587 mm, o que culminou com a tragédia da madrugada de 1º de janeiro de 2010, onde 53 pessoas morreram, no Morro da Carioca e Praia de Bananal, na Ilha Grande. Em todo o mês de janeiro daquele ano choveu 489mm.

 

Os bairros mais afetados, principalmente da noite do dia 2 para o dia 3 de janeiro, foram Santa Rita do Bracuí (18 interdições) e Gamboa do Bracui (10 interdições), com deslizamentos, e Caputeras I e II, com alagamento e deslizamentos. Na Monsuaba foram 16 interdições. Na localidade conhecida como Subida do Guerreiro, no Monte Castelo, a Defesa Civil interditou todas as 33 residências, pois o acesso àquela localidade está totalmente comprometido e ainda existe risco de deslizamento.

 

Do início do ano até agora a Defesa Civil realizou 770 vistorias e 153 imóveis foram interditados. O município contabiliza hoje 616 desabrigados e 833 desalojados.

 

FONTE: Subsecretaria de Comunicação

(24) 3365-2110 / 3365-3476 / 3368-7296

Fax: (24) 3365-1255

Celular plantão: (24) 9962-3149

www.angra.rj.gov.br