NOTÍCIAS

RIO + 20: UMA ESPERANÇA PARA A TERRA? - 30/05/2012


Começa dia 13 a RIO+ 20


A Rio + 20 acontecerá na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 13 a 22/06/12. Serão mobilizados 15.000 homens para cuidar da segurança na cidade e o custo será de 132 milhões. Os aeroportos funcionarão com restrições. Alguns estabelecimentos, além das escolas decretarão feriado. Tudo para dar passagem às personalidades, os quais, de certa forma, estão com o destino da Terra nas mãos. E o destino da Terra está totalmente ligado a nossa vida. Tantos cuidados e detalhes deverão fazer valer a pena. O nome refere-se a 20 anos passados desde o primeiro encontro, a Rio 92, que pouco efeito teve até o momento. O objetivo da Rio + 20 é assegurar o comprometimento político renovado com o desenvolvimento sustentável, avaliar o progresso feito até o momento e as lacunas que ainda existem na implementação dos resultados dos principais encontros sobre desenvolvimento sustentável. O evento acontecerá em etapas, para públicos diversificados: 13 a 15/06 - reunião do comitê preparatório com representantes governamentais para negociações dos documentos a serem adotados na Conferência. 16 a 19/06 – acontecerão eventos com a sociedade civil, que discutirão 10 assuntos: desenvolvimento sustentável para o combate à pobreza; desenvolvimento sustentável como resposta às crises econômicas; desemprego, trabalho decente e migrações; a economia do desenvolvimento sustentável; florestas; segurança alimentar e nutricional; energia sustentável; água; cidades sustentáveis e inovação e oceanos. 20 a 22/06 – reunião dos chefes de Estado e de Governo dos países-membros, no Riocentro, na Barra da Tijuca. Vamos torcer para que toda essa mobilização não seja em vão e que no final, haja mais benefícios concretos que a última conferência, em 1992. O tempo urge, a Terra pede socorro e os povos também. Ainda há muitos em situação cômoda diante de tanta miséria e transtornos climáticos que vêm acontecendo por todo o mundo. Pensemos em nossos irmãos que estão na seca do Nordeste, nos alagamentos na Amazônia, passando fome na África... e cedamos, cooperando para diminuir os impactos que nosso estilo de vida causa ao planeta. Os recursos são escassos, não haverá condições de sobrevivência para todos se soluções não forem logo encontradas. Esperamos que esses governantes tão dignos de segurança também cedam e se permitam perder um pouco agora para ganhar lá na frente, tomando resoluções para que tenhamos segurança na nossa casa, que é nosso planeta, pelo resto de nossas vidas e a de nossos filhos e netos, bisnetos, etc. A Rio + 20 não deve ser somente mais um encontro de engravatados que detém mordomias, deve ser uma grande concentração de mentes e corações abertos à solidariedade, à justiça, à renovação, à inclusão, à responsabilidade, ao comprometimento com a promoção de valores e cooperação. Vide a Carta da Terra, que é a declaração mais consciente para um novo tempo.

Por Denise Constantino